ILUSTRES VEREADORES QUE TÊM OS SEUS NOMES DENOMINANDO RUAS

Desidério Brandão – 1930/1934 Dr. Edmundo Pereira Leite – 1948/1950; 1951/1954; 1959/1962; 1963/1966 João Gustavo da Silva – 1959/1962 Silvestre Mendes – membro do Conselho Municipal em 1930 Leopoldo Cezarano – membro do Conselho Municipal em 1897/1899/1903/1907 José Lino de Queiroz – membro do Conselho Municipal em 1899/1903 e intendente em 1907 …

ANDRÉ PEIXOTO, O SENHOR DOS CORDÉIS.

André Antônio Peixoto nasceu na localidade de Araçá, zona rural de Cruz das Almas, no dia 30 de novembro de 1908. Filho de Clementina Romualda de Souza e de Romão Antônio Peixoto. Morou na roça até os quinze anos de idade, trabalhando como agricultor. Depois, em 1923, foi trabalhar em Salvador, retornando para Cruz dasContinuar lendo “ANDRÉ PEIXOTO, O SENHOR DOS CORDÉIS.”

GERALDO SUERDIECK

Durante 27 anos, de 1948 a 1975, o empresário baiano Geraldo Meyer Suerdieck esteve no comando da Suerdieck S.A. Charutos e Cigarrilhos, cabeça de um grupo que chegou a ter 16 empresas. Todas estavam ligadas ao cultivo e comercialização de fumos para charutos e à produção e distribuição de charutos nos mercados interno e externo.Continuar lendo “GERALDO SUERDIECK”

AUGUST SUERDIECK

Quando se falar das fábricas de charutos do município de Cruz das Almas, não se pode esquecer a empresa Suerdieck que foi a maior representante da Bahia no mercado de charutos. A manufatura de charutos Suerdieck é importante na história de Cruz das Almas. Seu principal representante foi August Suerdieck, que veio para a Bahia,Continuar lendo “AUGUST SUERDIECK”

ÁLVARO REBOUÇAS CHIACCHIO

Álvaro Rebouças  Chiacchio, conhecido como seo Vadengue. Pessoa simples, pequeno comerciante de loja de tecidos e divulgador de notícias e cultura, pois distribuía o jornal A TARDE e outros jornais; revistas em quadrinhos e informativas tipo O CRUZEIRO, MANCHETE, REALIDADE, coleções tipo CONHECER, GEOGRÁFICA, dentre outras. Sem falar nos sorvetes e picolés da KIBOM. Por contaContinuar lendo “ÁLVARO REBOUÇAS CHIACCHIO”

PARTEIRAS E PARTEIROS

Antigamente as pessoas nasciam em casa, pelas mãos de parteiras e parteiros. Em Cruz das Almas, alguns são lembrados até hoje… Maria Porfiria, da fazenda Rebouças, atual bairro São Judas Tadeu Maria José, conhecida como D.Nena Eustáquio Nascimento, conhecido como Seo Tatá da Rua do Genipapo (atual Rua J.B da Fonseca) Clotilde, conhecida como D.Continuar lendo “PARTEIRAS E PARTEIROS”

MESTRES ESPADEIROS

Alguns mestres espadeiros de Cruz das Almas. Ou seja, não simplesmente tocadores de espada, mas eram ou são referência na ciência do fabrico de uma boa espada e na arte de saber tocá-la: Antonio da Paz, pai do vereador Osvaldo da Paz Benedito Vermelho Manhoso Vaúca Gilmar Mascarenhas Souza Zeca Sampaio Agenor Sampaio  Leonidio Sacramento Continuar lendo “MESTRES ESPADEIROS”

CEL. J.B. DA FONSECA, O CAZUZINHA

O Coronel José Baptista da Fonseca, conhecido por Cazuzinha, nasceu na cidade de São Félix em 1866. Próspero fazendeiro e comerciante de fumo ( à época, chamava-se “enfardador de fumo”), foi um dos pioneiros no desenvolvimento do comércio e agricultura do nosso município. Pessoa de visão ambientalista, preservou em sua Fazenda Itapicuru uma área deContinuar lendo “CEL. J.B. DA FONSECA, O CAZUZINHA”