HISTÓRIA DA PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM CRUZ DAS ALMAS

Histórico: O início do trabalho de evangelização dos batistas no município de Cruz das Almas ocorreu na década de 1940. O casal Francisco Marques de Souza e Angélica Freitas de Souza, membros da Segunda Igreja Evangélica Batista na Capital – Salvador, chegou à cidade por ocasião da transferência da Escola Agronômica da Bahia (hoje Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB) de Salvador para o município de Cruz das Almas em 1943. Ele, mestre de obras da Escola Agronômica, assim que estabeleceu residência nesta mesma localidade, iniciou juntamente com sua esposa, o trabalho de evangelização. Depois de algum tempo reunindo-se em casas, o evangelista Francisco Marques organizou em 1945 a Congregação Batista em Cruz das Almas. No mesmo ano, o Pastor da Primeira Igreja Batista em Castro Alves, Belmiro Sampaio, foi convidado para realizar a profissão de fé e batismos dos novos convertidos. De acordo com o registro no Livro de Atas da Segunda Igreja Evangélica Batista na Capital, dentre os primeiros a descerem às águas batismais, em 31 de março de 1946, está Adelelmo Costa. Na mesma época, o intenso trabalho missionário deu origem à Congregação Batista no Araçá (zona rural do município). Até o ano de 1949, o trabalho de evangelização e pastoreio dos irmãos de ambas as congregações foram realizados pela Segunda Igreja Evangélica Batista na Capital em parceria com a Primeira Igreja Batista em Castro Alves, quando os membros das duas congregações foram transferidos para a Primeira Igreja Batista em Castro Alves.

A emancipação: A emancipação se deu num culto festivo em 18 de março de 1951, organizado numa sessão extraordinária, realizada em 07 de março de 1951, presidida pelo Pastor Fileto de Souza Barreto, da Primeira Igreja Batista em Castro Alves. Os membros fundadores foram 65, sendo 33 da Congregação de Cruz das Almas (Adelelmo Costa, Angélica Freitas de Souza, Antônio Cardoso de Andrade, Antônio Cavalcante, Armando Silva Lima, Claudionor Assunção, Deoclécio Alves, Eremita Pereira de Oliveira, Etelvita Souza, Francisco Marques de Souza, Francisco Pereira Alves, Gilberto de Jesus, Herundina Souza Santos, Joana Santos, João Celestino da Silva, José Francisco de Souza, José Salustiano de Souza, Josefa Delfina Andrade, Josefa Sales Santos, Juraci Alves Pereira, Leopoldina do Sacramento, Letícia Souza Pinto, Maria das Neves, Maria Pereira, Martinho Seixas de Oliveira, Matildes Souza, Odilon Vieira dos Santos, Railda Costa, Raimundo dos Santos, Rita Maria Batista Costa, Rosalina Lima dos Santos, Severo Bispo dos Santos, Teodora de Jesus) e 32 da Congregação de Araçá (Alexandrina Alves Leite, Alice Fernandes Nascimento, Alzira Queirós de Santana, Amália Peixoto Eloi, Antônio Alves Costa, Augusta de Jesus Peixoto, Domingos Pereira Santana, Eurenice de Souza Alves, Filomena Peixoto Eloi, Flora Santos Alves, Georgina Alves Costa, Glória Pereira Barbosa, Helena Conceição, Isadoria Cândida do Sacramento, Isaura Conceição, Jardelina Madalena da Conceição, João Batista da Costa, João Nascimento Borges, José Antônio Magalhães, Lindaura Caldas Nascimento, Manuel Caldas Correia, Manuel Souza Nunes, Maria Almeida, Maria Alves Leite, Maria Borges Magalhães, Maria de Lourdes Batista de Oliveira, Maria Santana, Mario Alves Costa, Maura de Souza Nunes, Odília Lemos Ribeiro, Pedro Pereira Rodrigues e Roque José Ribeiro).

Filiação à Convenção Batista da Bahia: A nossa Igreja é filiada a CBBa e à Associação Batista do Vale do Paraguaçu.

Templos: Antes da sede atual (inaugurada em 1965), localizada na Rua Professor Mata Pereira, nº 420, Centro, a Primeira Igreja Batista funcionou em dois outros templos provisórios: o primeiro na Rua Rui Barbosa (antiga Rua da Estação), nº 2, onde a congregação foi emancipada e outro na mesma rua do templo atual (nº 515).

Expansão: A PIB em Cruz das Almas, visando formar e nutrir discípulos de Cristo, tem experimentado a expansão do Reino de Deus, através da multiplicação de igrejas e congregações: São cinco igrejas emancipadas: Igreja Batista Nova Betel, Igreja Batista Moriá, Segunda Igreja Batista em Cruz das Almas, Igreja Batista Nova Vida e Igreja Batista Nova Jerusalém em Itatim; seis congregações: Suzana, Chapadinha, Vilarejo, São Judas Tadeu, Cabaceiras do Paraguaçu e Duvê Baron em Camaçari; um ponto de pregação na Rua Crisógno Fernandes; e duas frentes missionárias: Fonte do Doutor e Pumba. Vale destacar que a inauguração da extensão do Seminário Teológico Betel Brasileiro (sede em João Pessoa) em 2005 ampliou de modo significativo o potencial da PIB como celeiro de obreiros (pastores, missionários, líderes, professores).

Primeira Igreja Batista em Cruz das Almas na atualidade: Desde 18 de março de 1984, nossa Igreja é pastoreada pelo pernambucano Pastor Josias Aureliano da Silva: Servo do Deus Altíssimo, que ao longo desses 35 anos de ministério, vem dedicando-se integralmente ao desenvolvimento do Reino de Deus através dessa agência de evangelização. Referência no município de Cruz das Almas e municípios circunvizinhos, a Primeira Igreja Batista, através de seus Ministérios, organizações e congregações, tem se comprometido com a missão integral da Igreja, buscando o desenvolvimento dos valores do Reino de Deus através da manifestação do amor e da justiça, tanto em âmbito pessoal como em âmbito comunitário.

Pesquisa relizada pela Equipe de Elaboração de Memorial da PIB em Cruz das Almas: Deuma dos Santos Silva (Coord.), Pr. Edvan Avelar Silva, Diáconos Edmundo Fonseca Santos, Helenilda Santos de Meireles Almeida e Maria José de Jesus Fonseca Santos.


(Fontes: Livros de Registros de Atas das Igrejas: Primeira Igreja Batista em Cruz das Almas, Primeira Igreja Batista em Castro Alves e Segunda Igreja Evangélica Batista na Capital.)

Publicado in: http://assembleia.batista.org.br/cbba/pibcruzdasalmas/

Anúncios