AGRO COMERCIAL FUMAGEIRA

A Sociedade Agro Comercial Fumageira, como empresa foi constituída em 1950, para se dedicar exclusivamente ao cultivo científico do fumo Sumatra. A orientação técnica ficou sob a responsabilidade de Fernando Meyer Suerdieck, que havia recebido treinamento nos Estados Unidos. Durante dois anos (1947/49) ele estagiou em Hartford, Connecticut, nas plantações de H. Duys & Co. Inc., empresa holandesa que produzia na América o fumo originário da Indonésia. Em vista do sucesso, Fernando foi buscar os ensinamentos necessários à introdução da sua cultura em Cruz das Almas. Em extensas plantações cobertas com gaze, o fumo capeiro foi cultivado com a mesma qualidade do nativo indonésio. A Agro chegou inclusive a contratar um especialista, Johannes Andreas Scheltes, que se fixou em Cruz das Almas.

A Agro Comercial Fumageira foi concebida com o propósito de tornar a Suerdieck auto-suficiente na matéria-prima usada no capeamento dos charutos claros, pondo um ponto final nas importações de fumos nobres, da Indonésia e de Cuba. Luiz Eloy Passos, produtor e enfardador de fumos, entrou como sócio da Agro. Seu capital foi formado por terras privilegiadas, desmembradas da Fazenda Santa Júlia, onde foram iniciadas as plantações, pioneiras no país, do fumo oriundo da Indonésia, batizado como Sumatra-Bahia.

A Agro Comercial chegou a empregar acima de 2000 trabalhadores, número esse que aumentava durante os períodos de picos de produção. A área de cultivo de fumo da Agro comercial Fumageira chegou até cerca de 500 hectares, com uma produção anual em torno de 500 toneladas de fumo. Aproximadamente 90% da produção era exportada e o restante era comprado pela Suerdieck Charutos e Cigarrilhas. Havia produção de fumo durante quase todos os meses do ano, pois os cultivos eram programados para tal. Os países importadores do fumo produzidos pela Agro eram: Estados Unidos, Holanda, Bélgica, França e outros.

Publicado por Edisandro Barbosa Bingre

Paulistano de nascimento, mas radicado em Cruz das Almas desde o início dos anos 80, o que o levou a desenvolver um grande amor por esta terra. Escritor, Professor, Técnico em Agropecuária, estudante de Gestão Pública, Cerimonialista e Servidor Público Municipal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: