DA SÉRIE: “SÃO JOÃO PASSOU POR AQUI?” – 2

Foto: Paulo Galvão Filho / 2019

A senhora Raimunda Silva Souza estava com 74 anos quando nos concedeu um pequeno mas valioso relato oral de suas memórias sobre as festa de São João na cidade. Hoje falecida, nasceu em Cruz das  Almas  em  1936  e  pôde  vivenciar  a  festa  por  um  longo  período.  Como  um  número significativo de mulheres da cidade, trabalhou nos armazéns de fumo desde os seus 14 anos, mãe solteira de filhos gêmeos, após o falecimento de seu marido, criou seus filhos sozinha, com a renda obtida no trabalho nos armazéns de fumo. Segundo as suas memórias, o “[…] São João era o seguinte… alegre, o povo entrava nas casas, pra gente brincar, sair, comer na casa dos vizinhos. Era bandeirola, fita… e ainda bota. Se reunia a rua toda pra botar”.

Essa, aliás, parece  ser ainda  uma  prática  comum  para  muitos  moradores  de  Cruz das Almas: a  forma  de  partilhar a arrumação das ruas, organizar mesas, receber pessoas em casa, socializar comidas e bebidas típicas da época.

(FONTE: Depoimento de dona Raimunda Silva Souza , 74 anos, operária de Armazém de Fumo. Entrevista realizada em Cruz das Almas-BA in  https://docplayer.com.br/81884849-Universidade-do-estado-da-bahia-uneb-departamento-de-ciencias-humanas-campus-v-programa-de-mestrado-em-historia-regional-e-local.html )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.