OS ÍNDIOS, PRIMEIROS HABITANTES DESTAS TERRAS.

Indios caririsSempre me perguntei o que teria acontecido com os índios das tribos Cariris e Sabujás (ou seriam Kiriris Sapuyá?) que foram os primeiros habitantes desta região onde hoje está localizado o município de Cruz das Almas. Que destino tomaram ou (pior!) que destino foi dado a eles? Teriam sobrevividos em outras plagas?

Num resumo histórico do Município de Sapeaçu, escrito pela professora Thaiz Menezes, encontro a informação de que os indígenas de lá “foram expulsos das terras que habitavam, sendo essas terras integradas a Sesmaria de Paraguassu e doadas pelo 2º Governador-Geral do Brasil, D.Duarte da Costa ao seu filho Alvaro da Costa em 17 de janeiro de 1557. Após a expulsão dos índios e a doação das terras, formou-se a Fazenda Sapé Grande que passou a pertencer a Pedro Barbosa Leal”.

Lamentavelmente, penso que não fora diferente em toda a nossa região, inclusive por terras de Cruz das Almas, que depois passaram a ser fazendas.

Anúncios

A CÂMARA DE VEREADORES -CURIOSIDADES HISTÓRICAS.

Camara QuadroCAMARA-DE-VEREADORES-DE-CRUZ-DAS-ALMAS. 4

VOCÊ SABIA?

  • As primeiras eleições municipais de Cruz das Almas foram realizadas em 1897, com a sua emancipação política e a sua elevação à condição de Vila. Foram eleitos o primeiro Intendente e também os primeiros 07 Conselheiros Municipais, que equivaliam aos atuais vereadores.

  • Com a implantação da República, sob o regime presidencialista, verificou-se a divisão de poderes; ou seja, de 1889 a 1934 o chefe do executivo municipal passou a ser chamado de Intendente e a câmara legislativa, de Conselho Municipal. A partir daí − da constituição federal de 1934 −, em substituição ao Intendente surgiu a figura do Prefeito e, em substituição ao Conselho, o que se chamou outra vez de Câmara Municipal.

  • Durante muito tempo, a Câmara de Vereadores funcionava no Paço Municipal, o prédio da prefeitura, na Praça Senador Temístocles, que dividia espaço com os Poderes Executivo e Judiciário.

  • O atual prédio da Câmara de Vereadores foi construído com recursos próprios do Município, na gestão do prefeito Carmelito Barbosa Alves e inaugurado em 1º de outubro de 1988. Localiza-se na rua João Gustavo Silva, 129 – Centro.

  • Atualmente, a Câmara possui 15 cadeiras legislativas, sendo ocupadas por 12 homens e 03 mulheres.
  • A primeira mulher eleita vereadora em Cruz das Almas foi Armandina Gomes de Santana, em 1948.
  • Já a primeira mulher negra eleita vereadora no Município é a  professora Ilza Francisca da Cruz,  em  2016.

(Veja um vídeo institucional: https://www.facebook.com/TvNbn/videos/222556898604330/?hc_ref=ARQuRsVD0dSvwXXjtkavOa_VOPmbegD9nMvhUkxEyPyw1gO-elZIPFek6D1ew4Vua4k&__xts__[0]=68.ARDnj1kJMs_sbK2g63nsDcnfrMULYX_kIgWdMy7b1b2ianjn26NGkzNYhCHrFJMyiaqpL6iRF5mRvGt4sUM0MqL4rNojpdJ1AOAJ1KRakd6Z7jiOwgi4jQqoHR1p6eTPgQcvRYJH1gRMA0mCN1mVu3BsMLBvJoXipS12xQcR1mOa2nx-MEtJoA&__tn__=FC-R )

A FAZENDA CAMPO LIMPO

Fazenda Campo Limpo

Em 1865 , os Passos de origem portuguesa, vindos das terras de Loulé e Querença, chegaram ao Brasil, em terras do Recôncavo da Bahia, e se instalaram no município de Cruz das Almas. E, exatamente a 156 km da Capital Salvador-Ba, e 6 km do centro de Cruz das Almas, cidade fundada por esta família de poetas e políticos, construíram seu santuário – a Sede da Fazenda Campo Limpo -, lugar onde nasceram e cantaram os poetas Jacinta Passos, Manoel Caetano Filho, Renato Passos e Luciano Passos.

Fazenda Campo Limpo2

Viveram na Fazenda Campo Limpo:

  • Senador Temístocles da Rocha Passos e família
  • Manoel Caetano Oliveira Passos e família
  • Manoel Caetano Passos Filho e irmãos
  • Jacinta Passos e família
  • Alberto Passos e família
  • Ramiro Eloy Passos e família
  • Luciano Passos e família.

Quem administra a Fazenda Campo Limpo atualmente é a poetisa Lita Passos, mulher de Luciano Passos, e seus filhos Lucas e Bárbara Passos.

(FONTE: http://institutocampolimpo.blogspot.com/2012/01/historico-da-fazenda-campo-limpo.html em 25/01/2012)