GRANDE DUELO MUSICAL NO CORETO DA PRAÇA

Coreto antigo

No início dos anos 40 do século próximo/passado, Cruz das Almas ainda era uma cidade pequena e pacata, com baixo índice populacional. Sua área urbana era constituída pela Praça Senador Temístocles, pequeno trecho da Rua Otens, Avenida “Alberto Passos”, Ruas: da Vitória, dos Poções, da Cadeia, do Genipapo, da Malva, da Estrada de Ferro e da Estação, respectivamente nominadas nos dias atuais, por: Manoel Vilaboim, J.J. Seabra, 15 de Novembro, J.B. da Fonseca, Leapoldo Cezarano, Rio Branco e Ruy Barbosa. Existiam também o trecho inicial do Bairro Baixinha da Vitória e algumas casas da Rua Professor Mata Pereira. Os arredores, para os quais a cidade se estendeu posteriormente, eram ocupados por médias e pequenas propriedades rurais.

A população citadina, em sua maioria pobre, era atuante e participativa nos eventos sociais, principalmente nos diferentes tipos de folguedos populares, dos quais as Bandas de Músicas constituíam o “ Carro Chefe”. A Euterpe Cruzalmense e a Lira Guarany, através da sonoridade de suas peças musicais, atraiam grade número de adeptos, constituindo verdadeiras torcidas organizadas que se rivalizavam seriamente nas famosas tocatas de Coreto, principalmente na ocasião das festas da Padroeira.

Certa feita, com a presença das referidas torcidas, cada uma vibrando fervorosamente por sua banda preferida, sob as batutas dos Regentes: Silvestre Mendes pela Euterpe e Cizinio Cintra pela Lira, as duas Filarmônicas travaram um duelo musical, ambas no coreto ao lado da Igreja Matriz, tocando alternadamente peças de diferentes gêneros e autores, entraram pela madrugada, indo até o amanhecer.

Foi preciso, então, a intervenção de um chefe político membro da família que governava o Município, para evitar graves consequências. Nenhuma das Filarmônicas queria sair primeiro, para não ficar caracterizada fuga de perdedora. A solução encontrada para por fim ao impasse que se estabeleceu naquela oportunidade, foi à descida do coreto de um músico de cada Banda, alternadamente; e, no fim, os dois Maestros, mediante o mesmo procedimento.

(FONTE: PROF. LEANDRO COSTA PINTO DE ARAÚJO, via ALYRIO MENDES https://www.facebook.com/alyrio.mendes/posts/679819798731983; FOTO: CRUZ DAS ALMAS – FOTOS ANTIGAS https://www.facebook.com/groups/454314041343397/?fref=ts )

 

Um comentário em “GRANDE DUELO MUSICAL NO CORETO DA PRAÇA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.