ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA OBREIROS DA FRATERNIDADE

aeof

A Associação Espírita Obreiros da Fraternidade de Cruz das Almas faz aniversário de fundação neste mês de fevereiro e tem uma história muito bonita, confira:

O ENFERMEIRO ANÔNIMO

Cícero Nazareno nasceu no sítio Araçá, município de Cruz das Almas, no dia 08 de dezembro de 1875. também era conhecido por Cícero Caramelo, porque andava com caramelo no bolso e dava-os às crianças.
D. Almerinda Sampaio, sua vizinha, atualmente com 94 anos, recorda que ele veio para a cidade e passou a residir com dois filhos do primeiro casamento, num quartinho situado no fundo da sua residência na rua da vitória, hoje denominada Rua Manoel Vilaboim,. Depois seus filhos viajaram e ele ficou sozinho. Era pobre e quando sabia que alguém estava muito doente, espontaneamente, ia à procura e tomava conta até a morte. Pacientemente, rezava o enfermo com ramos de “Maria Preta” e “Vassourinha”. Dava remédio, alimento e até banho, se fosse necessário. Quando o doente morria e a família não tinha condições, providenciava o funeral com o auxílio da prefeitura. Ele rezava a todos que o procurava. Quando um menino torcia o pé, com muito jeito, ele puxava e colocava no lugar. Certa vez, Vanderlino, um dos filhos de D. Almerinda, torceu a perna, atendendo ao pedido da mãe da criança, ele rezou três vezes e o menino ficou muito bom. Seu segundo casamento foi com uma senhora que chegou aqui e vivia pedindo esmola. Ele a amparou e depois se casaram.
D. Albertina França, também sua vizinha, contou-nos que ele ajudava demais os pobres. Se alguém precisasse, ele saia pedindo até conseguir a cama, o colchão,  e a roupa de cama. Uma vez, chegou a Cruz das Almas uma senhora com câncer. Naquele tempo esta doença ainda não era conhecida. Ela ficou alojada onde hoje é o mercado publico. Ele cuidou dela até o enterro. Ele só fazia o bem… “Era um espírito de luz”.
Segundo o barbeiro Ademar Coelho Velame, Cícero Nazareno era um homem caridoso. Sua vida era labutar com tuberculosos, mulheres que tinham filhos à toa naquelas casas velhas, levar café para um, água para outro e rezar. Viriato, o chefe da barbearia, era quem dava as coisas para ele levar. Dr. Luís Passos, prefeito na época, tomou conhecimento do que ele fazia e passou a ajudá lo, inclusive dando lhe uma casinha, aproximadamente em 1940. Atendendo ao pedido de Viriato, Dr. Luís Passos colocou o nome dele na rua onde estava morando na sua nova casa, que por sinal foi a primeira desta rua. Se uma pessoa pedisse para levar uma encomenda, ele fazia de boa vontade. Uma vez, alguém lhe pediu para levar 5 quilos de carne em sua casa. Naquele tempo, não existia saco plástico. Ele ia com a carne pendurada em palha de licuri, e na frente da Igreja, uma moça o atropelou com a bicicleta. Ele caiu para um lado e a carne para o outro. Mesmo assim, não deixou de fazer a entrega. O homem não parava. Onde mandassem ele ia. Nasceu com aquele dom. Fazia de coração, não era por boniteza e nem esperando recompensa. Não tinha emprego e não pedia para si. Se alguém desse algum trocado, ele recebia. Morreu tuberculoso… Vivia tratando pessoas doentes, não se alimentava direito e naquele tempo não existia Penicilina. Depois de longo período acamado, foi levado para a Santa Casa de Misericórdia onde faleceu a 18 de fevereiro de 1950, seu enterro também foi realizado com a ajuda da Prefeitura e dos seus amigos.
Em 1961, D. Terezinha Nunes, afligindo se com problemas espirituais e não encontrando Centro Espírita em Cruz das Almas foi à vizinha cidade de Cachoeira. Lá, freqüentou o Centro Espírita Obreiros do Bem por alguns meses e iniciou o desenvolvimento da mediunidade. Numa das reuniões, o espírito Cícero Nazareno, através do médium chamado Félix, orientou que Cruz das Almas precisava de um Centro Espírita  e ele iria ajudar nos trabalhos. Com a colaboração dos espíritas de Cachoeira, no  dia 1º de fevereiro de 1963, os espíritas cruzalmenses fundaram  a Associação Espírita Obreiros da Fraternidade. Logo no inicio das atividades desta instituição, ele se comunicava através da médium Amélia Vitena.Realizou muitas curas e sempre afirmando que desejava continuar o seu trabalho de rezador. Devido a sua abnegação, os fundadores da Associação Espírita Obreiros da Fraternidade o adotaram como mentor da casa.  Era um senhor de cor escura, barba grande e devoto de nossa senhora. Usava um paletó e um cajado na mão. Dava a aparência de um monge. No início das comunicações mediúnicas, repetia a mesma frase que pronunciava ao se aproximar de um enfermo:

“Levantei de manhã cedo,
Para varrer a conceição,
Encontrei Nossa Senhora,
Com o rosário na mão.”

Andava com sandálias grandes e com roupas folgadas por não terem sido confeccionadas sob medidas para seu corpo.

(FONTE: Mauto Diniz. Revista Cruz das Almas Espírita. Jan. a Dez. 2006. Ano 12. Nº 23/24.)

Publicado por Edisandro Barbosa Bingre

Paulistano de nascimento, mas radicado em Cruz das Almas desde o início dos anos 80, o que o levou a desenvolver um grande amor por esta terra. Escritor, Professor, Técnico em Agropecuária, estudante de Gestão Pública, Cerimonialista e Servidor Público Municipal.

Um comentário em “ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA OBREIROS DA FRATERNIDADE

  1. Você sabia que existe no movimento espírita uma banda jovem, que toca rock e que tem em suas letras ensinamentos de Jesus e o estudo do Evangelho e da Codificação Espírita?

    Convidamos você para conhecer CARTAS DE BORDEAUX,

    Uma banda que canta o estudo e ensinamentos doutrinários com uma cara totalmente jovem.

    São jovens falando de amor, fé, caridade, lei de ação e reação em suas canções.

    Visite nossas redes sociais e tenho certeza que você irá se surpreender com o trabalho dessa equipe inspiradora.

    No link abaixo, a música fala sobre os amigos quem ficam nos esperando na espiritualidade, quando reencarnamos, baseada na personagem Lísias , da obra de André Luiz

    https://www.youtube.com/cartasdebordeaux

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: