A HISTÓRIA DO CEAT

CEAT 2

O Colégio Estadual Alberto Tôrres (CEAT) foi fundado em 21 de Janeiro de 1948 por Decreto nº. 13835, quando a Secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio celebrou contrato para a instalação de um curso secundário em edifício construído no terreno da Escola Agrícola. Inicialmente, foi denominado de Ginásio da Escola Agrícola.

A sua criação deve-se a uma solicitação do Dr. Orlando Teixeira ao Interventor, para que construísse um colégio que pudesse atender aos filhos de professores e funcionários da Escola de Agronomia e que serviria também à comunidade.

Convidado para ser prefeito de Cruz das Almas, José de Carvalho Rocha reafirmou o pedido do Dr. Orlando Teixeira e transformou a questão como exigência para assumir o cargo.
O prédio então foi construído e passou a funcionar o Ginásio Alberto Tôrres, [inaugurado em 14 de março de 1948] no terreno da Escola Agrícola, que veio a ser a Escola de Agronomia da UFBA e, atualmente, é a UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia). Nesta ocasião, foi nomeado como 1º diretor o Bacharel em Agronomia Oldegar Franco Vieira.

O nome da referida Unidade de Ensino, Alberto Tôrres, é uma homenagem ao sociólogo Alberto Tôrres nascido no Rio de Janeiro, estudioso no campo das ciências sociais e agrícolas que contribuiu com significativos estudos e projetos para implantação na Escola de Agronomia, de um Colégio que atendesse aos filhos dos professores e funcionários daquela instituição. Nos primeiros anos de sua implantação o Colégio funcionou como entidade privada, mas em 1962 foi estadualizado e passou a desenvolver projetos envolvendo a comunidade escolar e oferecer cursos profissionalizantes como técnico em Agropecuária, Administração, Contabilidade e Magistério. Ao longo dos anos, esta instituição que, em tempos idos, já foi conhecida como “o melhor Colégio do Norte e Nordeste”. tem contribuído para a formação de cidadãos que têm participado de forma efetiva para o crescimento da sociedade baiana.

O Colégio Estadual Alberto Tôrres (CEAT) foi transformado em Centro Territorial de Educação Profissional do Recôncavo, conforme publicação da portaria Nº 9.876/2012 no Diário Oficial pela Secretária Estadual de Educação. Segundo portaria, a instituição de ensino que possui uma história de educação no município e região, passa a oferecer os cursos técnicos em: informática, telemática, agropecuária, fruticultura, zootecnia, agro extrativismo, análises clínicas, enfermagem, vendas, logística, secretariado, administração, segurança do trabalho, nutrição e dietética. Com essa decisão, o CEAT, ou melhor, o atual Centro Territorial de Educação Profissional Recôncavo II Alberto Tôrres, (CETEP Alberto Tôrres) só ofereceu os cursos do ensino médio até 2014. Depois disso, novos cursos profissionalizantes surgiram, de acordo com a demanda da população.

(FONTES: http://colegioceat.blogspot.com.br/2009;http://www.fortenanoticia.com.br/2012 ; Guia Turístico e Histórico de Cruz das Almas/2003 ; Actas e Atos – Resumo Histórico da Câmara Municipal de Cruz das Almas e outros Fatos, Manoelito ROQUE SÁ/2007)

2 comentários em “A HISTÓRIA DO CEAT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.